19 de abr de 2018

Estudo mostra que ignorantes em política tem mais “certezas”


Estudo publicado pela importante revista Political Psychology, dos Estados Unidos, indica que as pessoas que menos entendem de Política tendem a ter mais certezas de seus pontos de vista, e consideram os adversários menos informados, mesmo quando estes são muito mais conhecedores do assunto.

O autor da pesquisa é o professor-assistente da Universidade de Maryland, em Baltimore, Ian Anson, que submeteu um questionário a 2.606 eleitores norte-americanos, via internet. Ele usará esses dados para estruturar uma pesquisa mais ampla e feita pessoalmente. Sua tese baseia-se no conhecido Efeito Dunning-Kruger, uma teoria que afirma que as pessoas com pouco conhecimento sobre um tópico tendem a ser mais confiantes em suas opiniões.

O questionário continha perguntas que deveriam ser fáceis para o cidadão-médio dos EUA, que costuma dar opiniões sobre Política nas redes sociais e na vida real. “Quantos anos dura o mandato de um senador? Qual o nome do Secretário ministro)  da Energia? Qual o partido mais contrário ao sistema público de Saúde (Health Care)? Que partido controla a Câmara de Representantes deputados federais)? E quais os quatro programas que recebem mais investimentos do Governo?”

As respostas indicam “a falência do discurso político nos Estados Unidos”, segundo o autor. “Os adeptos de um partido com menor conhecimento factual sobre Política, ficam mais convictos de seus pontos-de-vista quando veem o mundo cheio de pessoas com pensamento diferente”. Isso explicaria, por exemplo, o medo que as pessoas de direita no Brasil sentem de uma “invasão comunista” ou da chegada de refugiados sírios ou haitianos. Os direitistas mais primários consideram todos eles “inimigos” que irão mudar nossos sistema político, social e cultural – e reagem com o discurso de ódio e até agressões físicas.

Outra característica identificada é que os menos informados tendem a considerar os “do outro lado” menos conhecedores do que eles, mesmo quando confrontados com questionários com respostas certas, superiores as suas próprias!

O autor cita como exemplo de um fanático deste tipo o presidente Donald Trump, que costuma falar com absoluta certeza sobre assuntos que ignora completamente. E que não ouve ninguém que saiba mais ou pense diferente de sua visão preconceituosa.

Antonio Barbosa Filho é jornalista e editor do valepensar.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.