18 de mar de 2018

“Tem de manter isso”, mas está difícil…


A ser verdadeira a informação – verdade é coisa escassíssima quando se trata de Michel Temer – de que o atual presidente vai se candidatar  à reeleição o seu significado é coerente com o que estamos vivendo: a direita sem alternativa eleitoral, sendo devorada pelo monstro bolsonarista que ela própria criou.

Temer, com o (P)MDB e a parte da máquina oficial, ainda que não vá além de 5% das intenções de voto, fecha caminhos para Geraldo Alckmin, o chuchu que segue, mais que nunca, desenxabido e às voltas com um PSDB que, como no ditado popular, é casa onde falta o voto e, por isso, todo mundo por lá briga e ninguém tem razão.

Vá vendo o desfile dos micróbios: há Álvaro Dias para “morder” um eleitorado paranaense que seguiria, como sempre, os tucanos, há Rodrigo Maia para gerir a pauta de votações da Câmara a gosto de suas intenções de abrir seus espaços e uma legião de “mercadistas” – Henrique Meirelles, João Amoedo, o combalido Paulo Rabello de Castro e, quem sabe, o sub-bolsonaro Flávio Rocha.

É cada vez mais difícil que surja um nome – e não se descarte surpresas nos próximos 15 dias, tamanha a insignificância do plantel de que se dispõe –  capaz de desbancar a liderança de Bolsonaro, surgida e consolidada surfando hitlerianamente na onda de ódio.

Tudo apontaria, com Lula na disputa, para uma eleição decidida. Sem ele, ainda assim, com espaço para que um indicado por ele, mesmo que a canalha golpista  o prenda, pudesse crescer e passar ao segundo turno. E, aí, com grandes chances, porque o capitão é dose para elefante.

Mas há, no Brasil de hoje, uma “Estrela  da Morte”, com seus raios destruidores de mídia, tripulada por um Judiciário, um Ministério Público e uma Polícia Federal completamente sem limites ou comando, que logo se encarregará de fazer com que o ungido de Lula passe a ser “maldito”.

Está difícil “manter isso”, este clima de mediocridade amorfa que o golpismo político-judicial instalou no país e que destrói tudo, inclusive a eles próprios. A sombra da barbárie está aí, estendendo sua escuridão sobre nós.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.