10 de mar de 2018

Só falta ao Otavinho convocar Missa de Ação de Graças para saudar o “enraizamento da democracia”


Frase lapidar que conclui o editorial da FSP desta sexta-feira (9/3/2018): “O Brasil de 2018 não é apenas muito diferente daquele de 1964. É muito melhor, graças ao enraizamento da democracia”.

Três breves observações são possíveis de ser feitas:

a) Os donos da FSP ao mencionar o ano de 1964, certamente devem ser referir aos meses anteriores a abril, período de subversão da ordem política e caos social e econômico promovidos pelo irresponsável governo de João Goulart.

Afinal, o jornal – ao lado de O Estado e O Globo – apoiou irresolutamente a “revolução redentora” que buscou “salvar o país”. Sem ter feito ainda uma consequente e digna autocrítica, o jornal, em editorial não denominou também o regime pós-1964 de uma ditabranda?

b) O DataFolha – que forneceu os dados para a feliz e animadora conclusão do editorial (a democracia está hoje enraizada no Brasil) –, seguramente, concentrou sua pesquisa junto aos setores mais carentes do país vivendo em morros, favelas e em barracos das periferias sem esgoto e água corrente.

Ouviu a opinião dos párias sociais que vegetam nas calçadas e praças dos centros urbanos consumindo crack; da ralé que superlota os presídios superlotados; dos que perambulam pelas filas de hospitais, dos postos de saúde, da massa crescente de desempregados à procura de emprego etc.

Com certeza, a pesquisa do DataFolha não se ateve aos leitores de seu jornal, de O Estadão e O Globo e à gente refinada dos Jardins paulistanos, alto Leblon, sofisticados shoppings de alto padrão em grandes cidades do país!

c) Por último, como inexistiu o Golpe de 2016 nem foram tomadas quaisquer medidas socialmente regressivas, por parte do atual governo federal, por que não convocar uma Missa de Ação de Graças para saudar a consolidação da Democracia no Brasil?

Caio N. Toledo é professor aposentado do IFCH, Unicamp, e do comitê editorial do blog marxismo21.
No Viomundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.