21 de mar de 2018

Ex-lutador de MMA é detido em Balneário Camboriú suspeito de agredir vereador

Confusão ocorreu na Câmara de Balneário Camboriú. Juliethe Nitz (PR) contou ao marido que o parlamentar Elizeu Pereira (MDB) teria a assediado.



Ex-lutador de MMA foi detido na noite de quarta-feira (20) por agressão e desacato na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense. Conforme a Polícia Civil, o homem foi tirar satisfações com um vereador após a mulher dele, que é vereadora, denunciar um assédio. Ele foi liberado após depoimento.

Segundo relato da Polícia Militar, o homem entrou na Câmara, empurrou e xingou vereador. Outro parlamentar tentou separar a confusão e também foi empurrado. A PM foi chamada por volta das 22h para intervir.

O lutador foi detido durante discussão com guardas municipais, vereadores e funcionários da Câmara no corredor da Casa, de acordo com a PM.

Conforme o delegado David Queiroz, os parlamentares que estavam na sessão e foram levados à delegacia para depoimento.

O homem detido é Juliano de Pin Wandelen, de 40 anos, casado com a vereadora Juliethe Nitz (PR) . Ele nega ter ocorrido agressão. "Eu coloquei a mão no ombro dele [vereador Elizeu Pereira] e perguntei porque ele tinha, literalmente, passado a mão na Juliethe. E o que ele me disse foi: não fui eu. Daí ele já se entregou naquele momento”, disse.

Conforme o delegado David Queiroz, será marcada uma audiência entre os envolvidos, incluindo o agredido e o agressor.

Com relação a denúncia de assédio, a vereadora Juliethe Nitz (PR) registrou boletim de ocorrência do caso, que será investigado. O marido ainda diz que a situação é reincidente. "Antes ficavam na verbalização de brincadeiras de cunho libidinoso, Juliethe comentava dentro de casa. Agora ele consumar o ato, vir passar a mão no glúteo da minha esposa, na cintura, para tirar uma foto (..) Eu fui defender a honra da minha família".

O vereador denunciado pelo assédio é Elizeu Pereira (MDB). Ele nega o ato. "Nada disso aconteceu. É uma acusação falsa que eu estou muito revoltado", disse Pereira. "Ele encostou a mão em mim, disse um monte de palavrão", conta sobre a confusão na Câmara.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.