24 de fev de 2018

Vamos conversar sobre Fake News mais uma vez, fAlha de S.Paulo?


Não tive que esperar nem 24h para provar, gritantemente, meu ponto. Eis a minha suíte.

Ontem espalhou-se a notícia sobre Paulo Preto. Ex-diretor da Dersa em governos tucanos, acusado de ser operador de proprinas do PSDB - que Folha chama de Caixa 2 - em troca de contratos em obras rodoviárias. Indivíduo, inclusive, amigo declarado de Aloysio Nunes, ministro de Michel Temer. O MP da Suíça descobriu que o cara mantinha R$ 133 milhões de reais em conta.

Olhem o destaque que ganhou na Folha de ontem. Ali, no cantinho esquerdo da Foto 1, sem direito a sequer um linha de apoio e com título para lá de ambíguo e confuso, afinal, lacunas podem ser o que significa, de fato, no caso (tramoias e manobras da justiça) ou inconsistência da acusação.

Ontem dizia como seria a cobertura dessa notícia caso fosse um petista e não um tucano a ser flagrado com mais de dois bunkers de Geddel em conta suíça.

Pois bem, na outra foto, vejam qual a manchete de hoje. E vejam o nível do ridículo que a sina persecutória partidária de Folha atinge sem vergonha. A notícia se refere à descoberta de um provável esquema de corrupção envolvendo Sergio Cabral e a Fecomércio do Rio de Janeiro. Descobriram que houve repasse de mais de 60 milhões de reais ao escritório de Roberto Teixeira. O advogado em questão tem, como cliente, dentre, imagino, muitos, Luís Inácio Lula da Silva.

Pronto, foi o que bastou para a notícia se tornar manchete e, vejam, para Folha aproveitar a oportunidade de citar o nome "Lula" e sugerir sua associação ao esquema.

E onde está o absurdo? Está no fato de nada na investigação apontar para Lula, como destaco na foto 3 um trecho extraído da matéria. Lula está ali como, por exemplo, esteve na célebre capa de Folha quando da prisão de Delcídio do Amaral (Foto 4): porque Lula a gente tem que expor, implicar, acusar e perseguir, não importa se a reboque da renúncia de qualquer princípio de isenção jornalística ou senso do ridículo. O PSDB, a gente esconde, depois abafa.

Vamos conversar sobre Fake News mais uma vez, Folha?

E por falar em suíte, me perguntem se existe alguma menção ao caso Paulo Preto na Folha de hoje.

Como "previ" ontem: SÓMÍU!!

Camilo De Oliveira Aggio
No Esquerda Caviar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.