1 de fev de 2018

Temer “esqueceu” R$ 55,5 mil e viveu com R$ 4 mil mensais?


Pautinha básica para a “imprensa investigativa”: quem pagou as despesas pessoais do casal Michel e Marcela Temer de novembro para cá?

Está certo que, no Jaburu, eles não têm de se preocupar com mercado, conta de luz e tudo o mais.

Mas, ao que parece, eles pagam o caro colégio do Michelzinho, as despesas da casa em São Paulo, os empregados que mantêm por lá, para dizer o menos.

Se Temer, como dizem os jornais, “esqueceu” de fazer a tal “prova de vida” para receber a aposentadoria de procurador do Estado de São Paulo, que lhe rende, desde os 55 anos, R$ 27.784,94, de que viveu o ilustre  casal, dado que, ao que se sabe, D. Marcela, além de bela e recatada,  é “do lar” e não tem renda própria?

Dos R$ 3.896,82 recebidos como Presidente da República, depois de descontada a aposentadoria declarada naquele valor, reduzido a este valor pelo teto constitucional? Está aí, no resumo do Portal da Transparência, oficial, para quem quiser ver.

Como diz o carioca: “é ruim, hein?”

Mesmo que Temer tenha reservas, certamente estão aplicadas e precisariam ser “baixadas” para a conta corrente e enfrentar as despesas. E, claro, isso chamaria a atenção do casal:

-Amor, vi o extrato do banco e não pagaram a sua aposentadoria…

– Não, minha labareda de fogo?

-Não entrou, mandei ligar pra lá e disseram que você precisa fazer “prova de vida”?

-Cáspite! Esqueci-me. Mas prová-la-ei, a vida que pulsa em meus desejos, e pagar-me-ão, incontinenti o estipêndio.

Brincadeira à parte, só há uma explicação para “esquecer” por três meses – janeiro já está a vencer, se não venceu – um valor de  quase R$ 28 mil mensais.

Será que Temer não pôs a mão no bolso nem para tirar a nota de R$ 50 com que fez o aviãozinho para Sílvio Santos?

Não deu falta, ainda mais que, certamente, não há malas nem reforços vindos de Salvador?

É ser um trocado desprezível. Ou haver alguma boa alma que lhe proveja as despesas pessoais.

Há muitos santos dispostos a aportar ajuda a Temer.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.