22 de fev de 2018

Moro diz agora que não ouve Tacla Duran porque ele está na Espanha


O juiz Sergio Moro afirmou em audiência realizada nesta quinta-feira 22, relativa ao caso do sítio de Atibaia, que não irá ouvir o advogado Rodrigo Tacla Duran como testemunha porque ele mora na Espanha.

Anteriormente, Moro havia negado ouvir Tacla Duran, que atuava para a Odebrecht na contabilidade paralela da empresa, sob o argumento de que pessoas relacionadas a práticas de crimes não merecem credibilidade.

No entanto, no mesmo ato, o juiz aceitou ouvir o ex-deputado Pedro Corrêa como testemunha, que já foi condenado no caso do 'mensalão' e teve o mandato cassado por quebra de decoro parlamentar, além de ter recebido condenação do próprio magistrado de Curitiba.

Confira abaixo o vídeo em que o advogado de Lula, Cristiano Zanin Martins, questiona Moro sobre a negativa contra Tacla Duran:



No 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.