1 de jan de 2018

Pai, perdoa-lhes, porque não entenderam porra nenhuma


"Já determinei à minha assessoria que tome as medidas policiais cabíveis contra esse folhetim comunista e esse bufão", vociferou um pastor-deputado acusado de estupro, corrupção e chapinha. O folhetim comunista é este que você tem em mãos e o bufão é este que vos escreve. As medidas policiais ainda não sei quais são, e tô curioso pra saber o que seriam "medidas policiais".

O pastor fazia menção à minha última coluna - que ele acompanha mais assiduamente que eu mesmo. Pra quem não é tão assíduo quanto o pastor, a coluna lembrava que Jesus era a favor de uma distribuição radical de renda e chutou o pau da barraca dos vendilhões no templo. Hoje seria tachado de comunista e baderneiro por muitos cristãos.

O deputado então convocou a família brasileira a demonstrar seu ódio - nada mais cristão - ao colunista. Sim, é verdade que ele já tinha entrado com uma ação na Justiça mas, segundo ele, não dá pra confiar na Justiça brasileira - como prova, diga-se de passagem, o fato de ele mesmo estar solto. A convocação funcionou.

"O fogo dos ímpios vai consumir você e sua prole", comentou um sujeito, fardado na foto de perfil, fazendo menção à minha filha que está por vir. "Jesus vai te esperar no céu com uma AR-15", comentou uma moça de biquíni, que se descreve nas redes como um "Vaso do Senhor".

Sim, pra muita gente, Jesus é uma espécie de genocida rancoroso que não suporta ouvir uma piada e sai matando geral, até quem já morreu. Não sei de onde tiraram isso. Procurei no Novo Testamento, mas não achei nenhuma menção de Jesus ao destino dos humoristas. "O palhaço que me vier de gracinha", disse Jesus na montanha, "se encontrará comigo na porta dos céus com uma AR-15".

Que Deus pequeno, esse de vocês. Um Deus que se incomoda com piada, um Deus que fica chateado quando vocês transam, um Deus que se importa com o que vocês vestem, isso não é um Deus, isso é um síndico que mora no andar de baixo.

Muitos perguntaram: "por que você não faz piada com Maomé?". Bom, não sei nem por onde começar. Nunca nenhum muçulmano bateu na minha porta perguntando se eu conheço a palavra de Maomé, nunca vi se formar uma bancada muçulmana no Congresso brasileiro, nunca vi alguém por lá legislando de acordo com o Alcorão, nunca vi minha cidade ser governada por um aiatolá.

Feliz 2018 pra todos vocês. E lembrem-se: é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um pastor corrupto entrar no reino dos céus.

Gregório Duvivier
No fAlha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.