22 de jan de 2018

Lula agora; depois a sua aposentadoria!


O noticiário econômico da mídia rentista já dá como certa a condenação de Lula no “julgamento” que ocorrerá no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) na quarta-feira (24). O poderoso “deus-mercado”, que orquestrou e financiou o golpe que depôs Dilma Rousseff e alçou ao poder a quadrilha de Michel Temer, está ansioso para afastar esse “fantasma” que ainda perturba seus projetos destrutivos e regressivos. Com Lula condenado, apostam os abutres financeiros, as megacorporações empresariais e a imprensa privada, o covil golpista terá ainda maior liberdade para corromper os parlamentares e impor as suas maldades. A contrarreforma da Previdência, que acaba com a aposentadoria de milhões de brasileiros, será o próximo passo!

Ela está prevista para ir à votação em meados de fevereiro. Até agora, como confessa o próprio Carlos Marun, o pitbull que assumiu a Secretaria de Governo do covil golpista, a “reforma” não conta com o apoio necessário para a sua aprovação. Faltam, diz ele, uns 80 votos de deputados que temem a rejeição das urnas em outubro próximo. A condenação de Lula facilitaria a conquista destes votos, “desinibindo” os parlamentares ainda vacilantes. Com alguns milhões em emendas parlamentares e outras benesses do governo federal – e sem o “fantasma” do petista nas urnas –, eles teriam melhores condições para iludir os eleitores incautos. Para o “deus-mercado”, a contrarreforma da Previdência é estratégica e Lula ainda é um estorvo que será removido pelo TRF-4.

Ainda segundo a mídia privada, a condenação de Lula também pode ajudar a recompor o campo golpista, diminuindo o perigo da volta das forças progressistas ao governo. A presença do líder petista na disputa presidencial fragmentou a direita, que não se entende e dá tiros para todos os cantos. Geraldo Alckmin, o “picolé de chuchu”, não decola nas pesquisas e não convence nem o PSDB – é só notar as bicadas do governador do Amazonas e as manobras do “prefake” paulistano. Henrique Meirelles, o queridinho do “deus-mercado”, segue com 1% nas sondagens eleitorais e agora foi atropelado pelos abutres financeiros da agência S&P, que rebaixou a nota do Brasil. Rodrigo Maia, o capacho dos patrões que preside a Câmara Federal, articula nos bastidores em tenebrosas transações, mas não consegue ampliar as alianças e teme ficar isolado na disputa. O caos é total!

Diante desta turma do um digito, que disputa o espólio do odiado Michel Temer, a condenação de Lula daria uma sopro de esperança para a continuidade do projeto de destruição e saque do país. A contrarreforma da Previdência seria o próximo round; na sequência, a quadrilha no poder garantiria a sua sobrevivência nas eleições de outubro. Que ninguém se iluda. Não é apenas um líder popular que irá a “julgamento” nesta quarta-feira. É o futuro do Brasil.

Altamiro Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.