16 de jan de 2018

Golpista mau caráter distorce dados para combater descriminalização da maconha

Ele, o golpista mau caráter
O ministro (sic) do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, criticou a legalização da maconha no Uruguai e no estado do Colorado, nos Estados Unidos, com dados que apontariam um aumento dos homicídios nesses locais após o início do comércio legal da droga. Crítico às políticas de descriminalização, Terra é autor de projetos de lei que preveem a internação compulsória de usuários de drogas e mudanças no Sistema Nacional de Política sobre Drogas.

Ele publicou, nesta segunda-feira, em sua conta no Twitter, dois gráficos com dados de homicídios no Uruguai e em Denver, capital do Colorado, dizendo que, após a legalização da maconha, esses locais tiveram aumento do número de homicídios. Será que é isso mesmo?

Osmar Terra fez uma interpretação parcial dos dados. Ao citar o estado do Colorado, ele usa dados apenas da capital, Denver. Realmente houve uma alta no número absoluto de homicídios na cidade. Contudo, a maconha é legalizada em todo o estado que, por sua vez, não teve aumento significativo da taxa de homicídios desde 2012, quando ocorreu a liberação do uso recreativo da droga.

(…)

No Uruguai, a situação é parecida. No país sul-americano, a descriminalização do consumo entrou em vigor em 2014. No ano seguinte, houve um aumento da taxa de homicídios, seguida de uma queda em 2016. A liberação do comércio legal de maconha no Uruguai ocorreu apenas no ano passado, mas ainda não há dados públicos disponíveis para a comparação.

(…)

No O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.