15 de dez de 2017

As aventuras de um “bunda suja”: para Geisel, Bolsonaro era “fora do normal” e um “mau militar”


Roberto Simon, diretor para a América Latina da FTI Consulting, em Nova York, empresa de consultoria empresarial global, postou em suas redes sociais trechos de um depoimento de Ernesto Geisel, o quarto general da ditadura.

As conversas com Geisel foram compiladas pela Fundação Getúlio Vargas e viraram um livro fundamental para entender aquele período. 

As entrevistas foram concedidas à cientista política Maria Celina d’Araújo e ao antropólogo Celso Castro entre julho de 1993 e abril de 1994. A obra foi lançada em 1997, um ano depois da morte de Geisel.

Ele governou o Brasil de 1974 a 1979. Às páginas 112 e 113 (o catatau tem 494 no total), Geisel fala de Jair Bolsonaro, à época um deputado que já chamava a atenção pela indigência mental.

O contexto são as “vivandeiras” do regime militar. Geisel se queixava de que “há muitos dizendo: ‘Temos que dar um golpe!” E emenda: “Não é só o Bolsonaro, não!”.

Em seguida: “Presentemente, o que há de militares no Congresso? Não contemos o Bolsonaro, porque o Bolsonaro é completamente fora do normal, inclusive um mau militar“.

Eduardo Reina escreveu no DCM sobre a expulsão de Bolsonaro da Escola de Oficiais após um plano terrorista.

Jair vive de uma mistificação de uma época brutal sob qualquer aspecto e de uma posição auto outorgada de herdeiro daqueles déspotas.

Na verdade, o “capitão” era considerado um “bunda suja”, o termo empregado pelos militares de alta patente — como Geisel — para designar aqueles que não galgaram posições na carreira. A história se repete como farsa.


Kiko Nogueira
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.