27 de dez de 2017

Ai, que burro! Alckmin diz na Jovem Pan que vai acabar com a “TV do Lula”

O governador e pré-candidato à presidência apelou ao rótulo fácil de “TV do Lula” para se referir à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estatal de comunicação democrática criada no governo do petista que administra veículos como a TV Brasil e Agência Brasil




O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), já está em ritmo de campanha e apelando para rótulos fáceis como “TV do Lula” para se referir à Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estatal que pretende pôr fim caso seja eleito presidente em 2018. Em entrevista à rádio Jovem Pan na manhã desta quarta-feira (27), o tucano defendeu uma política privatista por parte do governo federal.

“Se eu for presidente, vou fechar e acabar com isso. Não tem sentido nenhum. É a TV do Lula. Gasta um dinheirão, tem milhares de funcionários e não dá audiência”, afirmou. De acordo com Alckmin, o papel de seu eventual governo vai ser se restringir à regulação e fiscalização das concessões de rádio e TV.

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) foi criada no segundo governo do ex-presidente Lula e foi, durante anos, uma iniciativa exitosa no âmbito da telecomunicação estatal, com uma curadoria de conteúdo diversa, plural e democrática e servindo como uma descentralizadora de informações.

Durante o governo Temer, a empresa de comunicação foi o centro de polêmicas envolvendo a presidência do órgão. Em maio de 2016, o peemedebista demitiu o jornalista Ricardo Melo da direção da EBC. Melo conseguiu retornar ao cargo por decisão judicial, mas acabou exonerado em definitivo, após uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) ser derrubada.

O seu substituto, Laerte Rimoli, deixou o cargo em dezembro deste ano, depois de publicar, em seu perfil pessoal nas redes sociais, piadas racistas envolvendo a atriz Taís Araújo.

Vinculada à Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, a EBC administra veículos como a TV Brasil e Agência Brasil, além de ser a responsável por produzir o programa de rádio “A Voz do Brasil”.

No Fórum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.