26 de nov de 2017

Senado deveria tratar apenas de questões federativas, diz Tomás Togni Tarquínio


O antropólogo Tomás Togni Tarquínio trabalhou por mais de seis anos no Senado brasileiro antes de se mudar para a França onde cursou pós-graduação em Prospectiva e Gestão de Recursos Naturais na École des Hautes Études en Sciences Sociales, período em que também desenvolveu projetos na área de meio ambiente para entidades públicas.

Hoje, a pedido do grupo executivo do IV Tribunal Tiradentes, ele fala sobre o funcionamento do Congresso Nacional, suas contradições, as chantagens a que estão submetidos os deputados através do sistema de distribuição emendas parlamentares e as falhas da proporcionalidade representativa do Senado.


No GGN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.