4 de nov de 2017

Meirelles manda dizer que ganhou milhões da JBS para “fazer nada”


Sabe aquelas consultorias que que, por não terem papéis suficientes para se comprovarem, foram taxadas de “propina” pelo Dr. Moro e seus pares?

Bom, agora é o senhor Ministro Henrique Meirelles que – ai, se a mídia fosse séria! – é quem confessa que recebeu de Joesley Batista e família a bagatela de R$ 180 milhões para presidir um conselho –  que, nas palavras da nota oficial do Ministério da Fazenda, “nunca se reuniu”

Diz  O Globo que “o esclarecimento ocorreu após a revista “Piauí” apontar que o conselho não funcionava efetivamente, apesar de Meirelles ter assinado atas de reuniões. Segundo a Fazenda, o conselho foi criado quando havia a intenção de abrir o capital da holding, como isso não aconteceu, “nenhum assunto operacional foi levado ao Conselho de Administração”.

O dinheiro recebido por Meirelles teria sido pela formulação de um “banco digital”, o Original, que opera a fortuna dos Batista, essencialmente. O banco, segundo o site BancoData, deu, de 2014 até agora, lucro líquido de menos de R$ 56 milhões.

Não dá, portanto, para cobrir um terço dos R$ 180 milhões pagos a Meirelles, sobre os quais o Ministério da  Fazenda diz que “a remuneração pelo trabalho planejado, executado e entregue foi, sem dúvida, proporcional ao valor do projeto inovador de criação do primeiro banco inteiramente digital do país”.

A cara-de-pau desta gente é, realmente, estonteante.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.