10 de nov de 2017

Guru de Bolsonaro: mulher ganha menos porque “há menos mulheres geniais”


O economista Adolfo Sacshida, atual guru econômico de Jair Bolsonaro, gravou, em 2013, um vídeo onde reconhece que as mulheres têm salários menores que os homens mas nega que haja uma discriminação no mercado de trabalho.

Claro, ele passa pelas explicações convencionais (e discriminatórias) de que a mulher não pode ter o mesmo “plus” de produtividade – que em princípio seria igual, mas, no caso delas, limitadas pelas tarefas domésticas – ou  porque não querem trabalhar mais horas pois  vão cuidar da casa e dos filhos, ou porque largam o trabalho, na idade mais produtiva, para engravidar, ter filho e cuidar dele por um tempo, ou porque têm maior custo com licença-maternidade, ou por “levar o filho ao médico”.

Mas tem uma que eu nunca tinha ouvido, nem dos maiores energúmenos, que está aos 4’35” do vídeo. Diz Sachsida que a inteligencia da mulher, em média, é igual à do homem. Muito bem, “Seu” Sachsida, parecia que o senhor iria dizer alguma coisa útil afinal…

Mas veja o que ele diz: como existem muitos homens ”otários” e muito menos mulheres imbecis, para que a média seja igual, há muito mais homens geniais do que mulheres geniais, que não são tantas quanto eles! Uau!

A conclusão, claro é que “quanto mais proteção vocês derem às mulheres, maior vai ser o desemprego entre as mulheres”.

Eu não sei em que ponta colocar o guru de Bolsonaro, mas como ele mesmo diz que há muitos homens imbecis, suponho que esteja com a maioria.

O único consolo que se tem diante de tanta asneira é o comentário de um economista que conhece o Dr. Sachsida e que me chegou por um amigo: “a coisa boa nisso tudo é que, se o Saschida está no meio, não tem risco de dar certo”.

Assista e veja se pode dar certo.



Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.