27 de out de 2017

PGR contraria Temer e pede continuidade de inquérito dos Portos


A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, negou pedido da defesa de Michel Temer e defendeu a continuidade das investigações no Supremo Tribunal Federal (STF) sobre sua relação à edição de um decreto que trata do setor portuário.

Na manifestação encaminhada nesta quinta-feira (26) ao relator do inquérito, ministro Luís Roberto Barroso, Dodge disse que há diligências (atividades da investigação) a cumprir.

A defesa de Temer havia informado ao STF que contratos da Rodrimar foram analisados pela Secretaria Nacional dos Portos e houve uma recomendação em parecer para que nem todos os contratos fossem renovados. Os advogados pediam que Barroso reconsiderasse a decisão - que autorizou a instauração do inquérito contra o peemedebista.

"A fase inquisitorial tem como objetivo a completa elucidação dos fatos. Seu resultado será a base da formação do juízo de convencimento do MPF, resultando, ao final, em denúncia ou arquivamento", disse Dodge.

No 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.