10 de out de 2017

Lula lança desafio sobre dúvidas se, afastado de 2018, ele seria um bom cabo eleitoral


O ex-presidente Lula lançou um desafio a seus adversários políticos, durante evento sobre educação pública.

“Se eles acham que me tirando da disputa tá resolvido o problema deles, façam e vamos ver o que acontece nesse país”, afirmou (íntegra abaixo).

Acrescentou que muitos duvidam da capacidade dele de transferir votos.

“‘Se o Lula não for candidato, ele não vai ter força como cabo eleitoral’. Testem!”, voltou a desafiar.

De acordo com a pesquisa Datafolha mais recente, 26% dos entrevistados disseram que com certeza votariam em um candidato indicado por Lula.

O petista afirmou que barrá-lo das eleições de 2018 é simples: “Junta meia dúzia de juiz, vota e não me deixa ser candidato”.

O problema, argumentou, é que não basta fazer isso para derrotar o lulismo, que segundo o ex-presidente conta com o apoio de milhões de jovens, adultos, “velhos como eu” e crianças.

Em outro trecho, fazendo referência a abertura de novos processos contra ele, sentenciou: “Eu sei que eu tô lascado”.

O ex-presidente tem feito discursos enfáticos nas últimas semanas em defesa de seu direito de voltar a concorrer ao Planalto.

No início do mês, num evento em defesa da soberania da Petrobras, afirmou: “A imprensa mente muito a meu respeito. A Polícia Federal, o Ministério Público, mentem muito a meu respeito e o Moro aceita”.

Depois de falar sobre o suicídio do reitor Luiz Carlos Cancellier Olivo, da Universidade Federal de Santa Catarina, emendou: “Não tenho pretensão de me matar. Vou enfrentar. Já provei minha inocência. Quero que provem uma única culpa”.

Na última pesquisa Datafolha, Lula liderou a disputa de 2018 em todos os cenários e viu sua rejeição recuar de 46% para 42%.



No Viomundo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.