6 de out de 2017

Justiça de SC determina perícia em celulares de pessoas que deram carona a filho de diretor da RBS


A Justiça determinou que os celulares de duas pessoas que teriam dado carona ao filho de diretor da RBS indiciado por homicídio e lesão corporal após atropelar três pessoas na SC-402 e fugir, em Florianópolis, sejam periciados. Dias após o acidente, uma das vítimas morreu. A quebra do sigilo telefônico foi autorizada a pedido do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC).

Na decisão de quarta-feira (4) o juiz Renato Guilherme Gomes Cunha da Vara do Tribunal do Júri estabelece 15 dias para que o Instituto Geral de Perícias (IGP) extraia conversas, áudios e mensagens trocadas a partir de 6 de agosto que tenham relação com o acidente.

Os dois, uma mulher e um homem, estavam com uma amiga e teriam encontrado Sérgio Orlandini Sirotsky e dado uma carona a ele após o acidente, segundo relato recebido pelo MPSC. Sirotsky disse em depoimento à polícia que não conhecia a pessoa que o deixou em casa.

“O conteúdo das mensagens e gravação de áudio enviadas através do aplicativo WhatsApp teria relação com a situação que as testemunhas presenciaram naquela data, o que poderá trazer informações para elucidação do delito em apreço”, afirma o juiz Renato Guilherme Gomes Cunha.

Ainda segundo o juiz, isso pode ajudar a aprofundar o investigação e ajudar a identificar e punir os autores.

“Destaco a imprescindibilidade da medida, visto que trata-se de importante diligência para elucidação do crime, razão pela qual deve ser autorizada a extração dos dados solicitada como necessária ao esclarecimento dos fatos delituosos”, declarou o juiz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.