27 de out de 2017

Assembleia Constituinte chama novas eleições no Estado de Zulia após eleito se recusar a tomar posse

Opositor Juan Pablo Guanipa foi o único dos cinco governadores eleitos pela oposição a se recusar a ser empossado pela Assembleia Nacional Constituinte


A Assembleia Nacional Constituinte (ANC) da Venezuela aprovou nesta quinta-feira (26/10) a realização de uma nova eleição para o governo do Estado de Zulia após a decisão do candidato eleito, o opositor Juan Pablo Guanipa, de não tomar posse no órgão, assim como é previsto na legislação do país.

Ele foi o único dos cinco governadores eleitos pela oposição a não tomar posse perante a ANC.

A proposta de convocar novas eleições em Zulia foi feita pelo constituinte Hermann Escarrá após um debate iniciado a pedido do Conselho Legislativo do Estado, que considerou como "falta absoluta" a ausência de Guanipa na cerimônia de posse.

 A Constituinte decretou a convocação de um novo pleito em Zulia em dezembro, uma repetição da eleição realizada no último dia 15, na qual o chavismo venceu em 18 dos 23 Estados.

A oposição não reconheceu o resultado e garantiu que os cinco candidatos eleitos não tomariam posse na Constituinte por considerarem o órgão como "fraudulento". No entanto, dois dias depois, quatro deles mudaram de ideia e tomaram posse.

"Só um governador eleito decidiu não tomar posse de forma voluntária, de forma deliberada contra esta Assembleia Constituinte, não podendo ser empossado no Conselho Legislativo de Zulia", disse a presidente do órgão e ex-chanceler do país, Delcy Rodríguez. "Ele foi contra o poder da Constituinte e contra a Constituição porque sabia que a eleição foi convocada sob o manto protetor do nosso órgão", completou.

No debate, os constituintes debateram a possibilidade de realizar a repetição da eleição junto com o pleito para eleger novos prefeitos, também em dezembro. No entanto, as datas ainda não foram definidas.

No Opera Mundi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.