7 de out de 2017

A verdadeira democracia tucana


Goldman ao DCM: “Doria é um enganador, acha que pode tudo porque surfa no dinheiro”

O ex-governador Alberto Goldman, que mora em Higienópolis, adiou sua viagem hoje de manhã a uma casa no interior de São Paulo para preparar sua resposta aos ataques do prefeito João Doria, que o chamou de “improdutivo”e “fracassado”.

“Eu não posso ir para Miami, porque não tenho lá uma casa de mil metros quadrados, nem tenho avião. Então, eu vou para minha casa na praia, praia não, é no interior”, disse ele. “Meus 50 anos de vida pública não me permitiram ter casa em Miami”, acrescentou.

Doria tem imóvel em Miami e avião – a casa nos Estados Unidos registrada em nome de offshore e o avião, no da empresa controlada pelos filhos.

Goldman é vice-presidente do PSDB, depois de passar pelo PMDB e MDB, onde fazia política como líder do então clandestino Partido Comunista Brasileiro. Foi deputado federal várias vezes e secretário. Perguntei: Como o senhor vê os ataques de João Doria?

“Ele é um pobre ignorante, que surfa, nada em cima de dinheiro. Acha que, por ter dinheiro, pode tudo”, afirmou.

“Ele sempre foi uma fraude, um enganador, usa de publicidade falsa para conseguir o que quer. Todos nós já sabíamos disso. Só o Geraldo Alckmin que não”, disse, em referência ao governador, que bancou a sua candidatura em São Paulo, contra lideranças do PSDB como Goldman.

O que irritou o prefeito foi um vídeo divulgado por Goldman, em que ele o critica fortemente. Diz que São Paulo não tem prefeito, tem um candidato a presidente da república.



Goldman afirma que decidiu gravar o vídeo depois que viu no Bom Dia São Paulo, da TV Globo, uma reportagem sobre os problemas nos serviços de saúde oferecidos no Grajaú, bairro da periferia da cidade.

“Eu gravo um vídeo uma ou duas vezes por semana e, naquele dia, decidi que era preciso falar sobre a falta de prefeito em São Paulo. Já era hora de falar o que já pensava desde antes da eleição, mas não é correto criticar o prefeito logo nos primeiros dias. Esperei nove meses para ver algum resultado, e nada”, afirmou.

O prefeito não nasceu.

“Ainda está em gestação e, pelo que sei dele, nunca vai nascer. Nunca quis ser prefeito. Quer ser candidato a presidente”, afirmou.

Ele acredita que, pelo PSDB, Doria terá dificuldade de conseguir legenda.

“Não acredito. Com o abalo na política, ela até chegou a empolgar alguns. Mas, agora que se vê que não fez nada na prefeitura a não ser marketing, não acredito que tenha chance no PSDB”, afirmou.

Ele entende que, para os políticos tradicionais, a eleição será difícil. Mas Doria, que se vendia como uma pessoa de fora da política, se queimou rápido, como álcool pegando fogo.

A chama é alta, mas dura pouco.

“Doria só faz política, não é prefeito. Isso está mais claro do que nunca”, disse.

Para ele, com a dificuldade de se viabilizar como candidato a presidente pelo PSDB, ele vai procurar um partido que lhe dê legenda.

“Ele vai atrás de algum partido que tenha tempo de televisão, porque televisão é fundamental para ele, é um comunicador”, disse.

DEM, PMDB? Goldman não diz.

Ao atacar líderes do seu partido, Doria reimprime uma marca que o caracterizou em outros cargos na política, como o Paulistur e a Embratur.

Por onde passou, deixou um rastro de ódio.

Talvez seja por isso que se dê tão bem com o MBL, sua tropa de choque. Doria no vídeo parece um militante do MBL em ação.

Joaquim de Carvalho
No DCM



Grosseiro,o prefake João Agripino vulgo João Doria​ viajandoria chama Goldman de fracassado







O mais indecente na resposta de Doria a Goldman é que vem de um sessentão agindo como moleque

O pior aspecto da maneira indecente como João Doria tratou Alberto Goldman é que ele mesmo, Doria, já é um senhor de idade.

Um sessentão de botox, visivelmente desequilibrado, xingando um octogenário. Vergonhoso.

Sinal de que o vídeo do vice presidente nacional do PSDB pegou na veia. Goldman afirma que o desafeto passa o tempo viajando e não assumiu a prefeitura de São Paulo.

“Diz que está trazendo alguma coisa para São Paulo. Não está trazendo nada. Até agora nada e nem vai trazer nada”, declara.

“Os editais estão predeterminados para as empresas que vão ganhar. Todos são dirigidos. Esse é o homem que se diz puro, limpo e gestor.”

Doria preferiu desqualificar Goldman em sua resposta. É um “improdutivo, fracassado”. Coleciona “fracassos na sua vida” e agora vive de “pijama em casa”.

Faltou chamá-lo com todas as letras de “velho”. Ou “velho imprestável”. Em algum lugar no fundo de sua mente devia estar a palavra “judeu”. “Velho judeu”. Conseguiu segurar desta vez. Talvez solte a língua na próxima.

Doria vem incorporando mais e mais o estilo da milícia do MBL. A molecagem rasteira. O playboy babaca que se senta no fundo da classe, se acredita melhor que o professor e dá show para meia dúzia de débeis mentais como ele.

Não à toa o livro de Kim Kataguiri é intitulado “Quem É Esse Moleque Para Estar Na Folha?” — uma pergunta que ninguém fez, mas que ele formula em sua cabeça como sinal de precocidade.

Doria faz suas aplicações de toxina botulínica no rosto e está sempre com uma camisa polo alguns números menor, de modo a realçar os músculos.

Nada disso vai esconder o fato de que faz 60 anos em dezembro. Já humilhou Soninha, acusou jornalistas de ser “petistas”, classificou Dilma de “anta”. Faltava enxovalhar um idoso.

É esse o moleque que quer ser presidente.

Kiko Nogueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.