29 de out de 2017

A obra de Aécio: 75% dos brasileiros não acreditam que o PSDB eleja presidente, diz pesquisa do partido

Do muro ao buraco
Deu no Painel da Folha que o PSDB recebeu o resultado de uma pesquisa e a coisa é triste.
O levantamento “mostra que 75% dos brasileiros não acreditam que o próximo presidente será um tucano. No Nordeste, o quadro é ainda pior: 84%. Num recorte só com simpatizantes do partido, o estudo apontou três pilares para a descrença na legenda: a aliança com Michel Temer, a permanência de Aécio Neves (MG) no PSDB e as intermináveis brigas internas”.

Mais:

Análise das interações nas redes sociais mostra que 98% das menções ao PSDB são negativas.

Atualmente, o partido é o que mais perde engajamento em plataformas como o Facebook e o Twitter. Só em outubro, caiu 44%. Os tucanos estão atrás da Rede, do PT, do PC do B e do PMDB.

Os dados chegaram ao PSDB acompanhados da análise de que a sigla não teria outro caminho a não ser deixar o governo de Michel Temer para começar a restaurar sua imagem. O diagnóstico parece estar sendo levado ao pé da letra pelo presidente interino da legenda, Tasso Jereissati (CE).

Para sobreviver, o PSDB teria que se livrar de seu pau de enchente, o senador Aécio Neves.

Aécio conseguiu atirar o Brasil ao caos ao não aceitar o resultado de 2014.

Aliou-se a um golpista vagabundo que hoje tem 3% de popularidade, foi pilhado cometendo crime, queimou a si mesmo e agora come seu partido por dentro como um câncer.

João Doria, a esperança até ontem, empacou de vez em 5%, segundo o último Ibope, junto com o criador Geraldo, ambos bem atrás de Bolsonaro.

Se tivesse um mínimo de senso de dever público não com o Brasil, que é pedir demais, mas com seus colegas, renunciaria à presidência da sigla para abrir espaço para algum tipo de reação.

Como isso não é material corrente na turma, vão todos para o buraco juntos.

Kiko Nogueira
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.