13 de out de 2017

A delação de Lúcio Funaro — assista


Funaro relata como recebia dinheiro de Joesley Batista

Cunha era 'banco de corrupção de políticos'

Temer atuou em favor de empresas portuárias







Surgem os vídeos de Funaro; Temer afunda na lama

Surgiram hoje os vídeos dos depoimentos do doleiro Lúcio Funaro à Procuradoria Geral da República.

O conteúdo é comparável ao lodo tirado do fundo do Porto de Santos quando se fazem dragagens por ali.

Lama, da mais fétida.

Funaro fala das relações de Michel Temer com três empresas que operam no porto de Santos: litoral paulista: a Rodrimar, o grupo Libra e a Santos Brasil, além da Eldorado Celulose, controlada da JBS, e tinha interesse em atuar em uma área própria em Santos.

“Acho que ele tinha interesse em atender tudo que era… Tinha interesse em atender todos os pleitos do Joesley. Tinha um bom relacionamento com o Joesley. Muito bom. E como ele tinha uma atuação forte no porto de Santos, o Michel Temer, ele conseguia… O porto de Santos, todo mundo sabe em São Paulo, quem convive no mundo político, que o porto de Santos é área de influência de Michel Temer”

E Funaro vai além:

“Essa MP foi feita para reforma do setor portuário e ela ia trazer um grande prejuízo para o grupo Libra, que é um grupo aliado de Cunha e, por consequência, de Michel Temer, porque é um dos grandes doadores das campanhas de Michel Temer.

Sobra para o fiel escudeiro de Temer e agente nas suas compras de patrimônio imobiliário:

“O José Yunes sabia que existia dinheiro na caixa?”? “Lógico, lógico. Ele sabia que eu iria lá retirar dinheiro. […] Eu fui receber dinheiro que ele [Yunes] tinha recebido da Odebrecht, a parte que era destinada a financiar a campanha do Geddel.E nessa caixa tinha 1 milhão de reais, que era o valor que o Geddel tinha solicitado que eu fosse retirar lá com ele”, contou Funaro. Agora, se ele recebeu só a parte do Geddel ou se ele recebeu mais dinheiro, não posso afirmar, mas ele recebeu esse 1 milhão de reais e depois repassou esse dinheiro para mim”.

O Dia das Crianças de Michel Temer está sendo de fazer xixi nas calças.

Fernando Brito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.