1 de set de 2017

Moro peidou!

Na verdade, Moro e a Lava Jato estão destruindo a Petrobrás e defecando em cima de nossas instituições, como Polícia Federal, STF e MPF.


Moro peidou de novo! A primeira vez foi quando disse, nos EUA, que não investigava o PSDB porque as denúncias do partido não chegavam até ele (1). Quando todos sabemos que só o senador tucano, Aécio Neves, é recordista em delação na Lava Jato (11).

Depois quando aceitou a denúncia, sem qualquer prova, do procurador Deltan Dallagnol, de que Lula seria o comandante máximo dos crimes de corrupção na Petrobrás (12). E fez mais, mesmo sem provas ainda condenou Lula a nove anos e seis meses de prisão. Tudo para tirá-lo do páreo de 2018!

Para lembrar de que lado esta turma está, Dallagnol também disse ao jornalista Ricardo Boechat que o PSDB está fora da Lava Jato. Ou seja, os tucanos estão acima da lei (10)!

Assim como Aécio é protegido, o governo tucano de FHC foi várias vezes delatado na Lava Jato e, em muitas dessas denúncias, envolvendo seu próprio filho (3,4). E Moro e Dallagnol nada fizeram!

Agora na presidência da Petrobrás, indicado pelo golpista Michel Temer, está o tucano Pedro Lalau Parente. Lalau, mesmo já sendo réu na venda de ativos desde 2001, quando ministro de FHC e membro do Conselho de Administração da Petrobrás, volta à Petrobrás para chafurdar novamente e agora com a cumplicidade da Lava Jato.

A Lava Jato, nomeada por CPI para investigar a Petrobrás, além de conhecer o modus operandis de Lalau, ainda permite que ele “venda”, sem licitação, ativos da Companhia para quem quer e pelo valor que ele mesmo determina: entregou o campo de Carcará do pré-sal pelo valor de um refrigerante por barril de petróleo; a Petroquímica de Suape ao preço de 5 dias de faturamento (5,6). Já vendeu fábrica de fertilizantes e de biocombustíveis e anuncia a venda de plataformas. Lalau faz a maior liquidação do planeta!

E Moro e Dalagnol que, de forma criminosa, omitem-se em investigar os tucanos, querem nos convencer de que Lula é o comandante da corrupção na Petrobrás. Conta outra!

Moro peidou, agora quando perdeu a estribeira e xingou a jornalista Mônica Bergamo. O motivo foi uma entrevista na Folha, no último domingo, com o advogado Duran denunciando que o advogado Zucoloto lhe pediu propina para pagar um acordo de delação premiada, sendo que na ocasião o advogado Zucolotto falava em nome da Lava Jato.

Moro reagiu dizendo:

O advogado Carlos Zucoloto Jr. é meu amigo pessoal e lamento que o seu nome seja utilizado por um acusado foragido e em uma matéria jornalística irresponsável para denegrir-me;

Moro parece que tem memória curta e esqueceu que Zucoloto é seu compadre e ex-sócio de sua mulher, Rosangela Moro (2).

O outro sócio de Rosângela Moro é Marlon Arns, envolvido com Rosângela no escândalo da Apae (13). Marlon Arns é advogado também nas negociações da delação da Lava Jato, junto com Zucoloto, substituindo a advogada Catta Preta. Marlon Arns também defendeu a mulher de Cunha, estranhamente absolvida por Moro.

E Moro não poderia perder a estribeira já que a Lava Jato já foi denunciada várias vezes em recebimento de propina, como na ocasião em que a filha do ex-presidente do BB e da Petrobrás, Aldemir Bendine, recebeu um email pedindo depósito de R$ 700 mil para pagar um habeas corpus para o pai (7).

Lembrando que os principais ladrões da Petrobrás, presos pela Lava Jato, estão pagando suas penas em casa, verdadeiros clubes de lazer, construídos com dinheiro da corrupção. Fica aqui a pergunta: quanto teria custado isso (8,9)?

Na verdade, Moro e a Lava Jato estão defecando em cima de nossas instituições, como Polícia Federal, STF e MPF e destruindo a Petrobrás.

Quem sabe, usando o peido, já que as ações de moro estão cheirando mal, alguém tome alguma providencia!














Emanuel Cancella, OAB/RJ 75.300, ex-presidente do Sindipetro-RJ, fundador e ex diretor do Comando Nacional dos Petroleiros, da FUP e fundador e coordenador da FNP , ex-diretor Sindical e Nacional do Dieese, sendo também autor do livro “A Outra Face de Sérgio Moro” que pode ser adquirido em: http://emanuelcancella.blogspot.com.br/2017/07/a-outra-face-de-sergio-moro-pontos-de.html.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.