7 de set de 2017

Antonio Palocci, quem diria, acabou em Curitiba

O que será que leva alguém a decidir envelhecer desse jeito?


Acabei de ver em vídeo a íntegra do depoimento do ex-ministro Antonio Palocci ao juiz Sérgio Moro, ocorrido hoje em Curitiba.

Chama a atenção o comportamento escandalosamente parcial de Moro em defesa de Palocci.

Mas isso não é novo. Todo mundo já sabe quem é Sérgio Moro.

A surpresa da tarde foi Palocci.

Ele me lembrou os “arrependidos”, ou “desbundados”, da luta contra a ditadura militar. Gente que em troca da redução da pena, ou até mesmo da libertação imediata, aceitava ir à televisão entregar antigos companheiros, fazer mea culpa política e abjurar suas antigas convicções.

Curiosamente, ao contrário do sentimento que me despertavam os desbundados dos anos 70, não fiquei com nojo do Palocci. Fiquei com pena, muita pena.

Palocci já é quase um sexagenário. O que será que leva alguém a decidir envelhecer desse jeito?

Fernando Morais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.