21 de ago de 2017

Tá todo mundo errado nessa história

Esse mundo tá muito radical demais. Essa coisa dos Estados Unidos, por exemplo. De um lado tem o radicalismo do povo que sai atropelando. Do outro tem o radicalismo desse povo que é atropelado. Se você parar pra pensar, tava todo mundo errado nessa história. Por que não deixavam o pessoal protestar em paz? Só porque tem tochas? Só porque são brancos? Só porque pregam a morte de todo mundo que é diferente deles? Isso também uma forma de radicalismo.

OK, tem um pessoal que é neonazista. Não acho certo. Nazismo é errado. Eles são muito radicais. Querem matar os negros e os judeus. Mas do outro lado tem o radicalismos dos negros e dos judeus, que se recusam a morrer. Custa ceder um pouquinho? Afinal de contas, são tantos. Custa morrer meia dúzia? Às vezes, acho que esse povo não quer morrer só de teimosia. Ou seja: tem muito radicalismo dos dois lados.

No Brasil, é a mesma coisa. O pessoal diz que o Bolsonaro é radical, que ele odeia gays, mulheres e negros. Isso tudo é meio radical, mesmo. Vocês têm razão. Mas a gente esquece que do outro lado tem muitos gays que insistem em ser gays, mesmo sabendo que isso incomoda. Será que a homossexualidade também não seria uma forma de radicalismo? Quer dizer, pode beijar à vontade. Mas precisa ser na rua? Na frente das crianças?

Na minha opinião, todo o mundo tem o direito de ser o que é. O gay pode ser gay. O homofóbico pode ser homofóbico. O problema é que os gays estão cada vez mais radicais com a gayzice deles. Eles reclamam dos homofóbicos, mas eles são homofóbico-fóbicos. Você quer ter o direito de ser gay? Os outros também tem o direito de não querer que você tenha esse direito. É uma via de mão dupla.

Ah, mas existe uma coisa chamada crime de ódio. Sim, mas pra essas pessoas quem tá cometendo crime é o gay. Não que eu ache que seja crime. Pra mim, tá todo mundo errado nessa história.

Afinal, que seria do verde se todos gostassem do amarelo? Tem espaço pra todo mundo: negro, gay, homofóbico, fascista, nazista. Todo mundo merece o seu espaço igual.

O pessoal reclama muito do nazismo, mas se não tivesse tanta gente reclamado do nazismo a Segunda Guerra não tinha acontecido. O problema é que o pessoal dos direitos humanos não respeita quem pensa diferente deles. Depois reclama quando é atropelado.

Gregório Duvivier
No fAlha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.