16 de ago de 2017

Monopólio de mídia muda de nome em Santa Catarina


Cerimônia em Florianópolis reuniu autoridades e representantes da TV Globo, do Grupo NC e do Grupo RBS. Lançamento marca transferência de controle de televisões, rádios, jornais e sites.

O lançamento da nova marca foi exibido ao vivo, à noite, durante a programação da afiliada da TV Globo em Santa Catarina, que passou a se chamar NSC TV. O nome, que significa Nossa Santa Catarina, foi escolhido em uma consulta popular realizada em maio. O slogan é "Tudo que move a gente".

"Estamos felizes em dividir com vocês um momento tão importante para nós e Santa Catarina", disse o presidente do Grupo NC, Carlos Sanchez, durante a cerimônia.

"Somos um espelho do Brasil, uma importante janela da sociedade. Santa Catarina é líder em audiência e tem tradição em produzir conteúdo de qualidade. Temos uma forte presença local", disse Roberto Irineu Marinho.

Eduardo Sirotsky Melzer, presidente do conselho de administração do Grupo RBS, falou sobre a trajetória da empresa em Santa Catarina. "Entregamos a empresa para a NSC com orgulho do trabalho feito durante 40 anos em Santa Catarina e com a certeza da continuidade disso pela equipe de Carlos Sanchez", disse.

Integrante do conselho de administração do Grupo RBS, Nelson Sirotsky também comentou a mudança. “Representa olhar para trás com muito orgulho e olhar para frente com muita esperança. Orgulho de uma jornada que foi feita. Esperança de que o novo grupo que assume as operações em Santa Catarina continue na mesma direção e a convicção de que vai assim fazê-lo".

Também presente na cerimônia, o diretor geral da TV Globo, Carlos Henrique Schroeder, afirmou que a mudança para NSC TV “representa muito”: “Uma mudança de marca não e uma simples troca de nome. Uma mudança de marca embute uma mudança de atitude, uma mudança transformadora, uma mudança de desejo, de vontade na relação com seu público, com cada habitante de Santa Catarina".

O ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, ressaltou o trabalho da família Sirotsky à frente da RBS em SC. "Grupo NSC faz uma aposta no futuro de Santa Catarina e do Brasil abrindo as portas do grupo para a comunicação, eu os cumprimento por isso", disse.

"Temos um desenvolvimento bem distribuído, a RBS fez com que a sociedade se desenvolvesse, vamos continuar juntos agora. Sei que Sanchez e sua equipe continuarão este trabalho, essas parcerias que constroem nosso estado e país", declarou o governador Raimundo Colombo.

“É muita emoção, primeiro, é uma sensação de calor muito grande no coração, mas ao mesmo tempo, uma sensação de dever cumprido, nós cumprimos com a nossa missão com nossos valores. A gente preservou a integridade de uma história, de uma empresa, de uma família e que agora com a família Sanchez tocando com a mesma responsabilidade, fará o que o Grupo NSC continue fazendo a história em Santa Catarina”, disse Pedro Sirotsky, acionista do Grupo RBS.

O monopólio

A compra foi formalizada em março de 2016, quando foi iniciada uma fase de transição. Passaram a pertencer ao Grupo NC seis emissoras de TV (Florianópolis, Blumenau, Joinville, Centro-oeste, Chapecó e Criciúma), os jornais Diário Catarinense, Hora de Santa Catarina, A Notícia e Jornal de Santa Catarina e a rádios CBN Diário, Itapema e Atlântida em Santa Catarina, além dos sites G1 SC, Globoesporte.com/sc e NSC TV.

Com a venda das operações catarinenses, a RBS informou que focará seus esforços de mídia no Rio Grande do Sul, com marcas jornalísticas como Zero Hora, Rádio Gaúcha e RBS TV.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.