16 de ago de 2017

Jornalista negro detona empresário: “Nenhum branco pode dizer a um negro quando protestar”

A frase foi uma resposta do jornalista esportivo da ESPN, Stephen A. Smith, ao “chefão” da NFL, a liga de futebol americano, Roger Goodell, que havia afirmado que existe “hora e local” para protestos. Assista


O programa “First Take” do canal norte-americano ESPN da noite desta terça-feira (15) foi marcado por uma discussão em que um jornalista negro detona um empresário branco. O jornalista, no caso, é Stephan A. Smith, apresentador do programa. Sua fala se deu como resposta às declarações de Roger Goodell, “chefão” da NFL, a famosa liga de futebol americano.

Dias antes, Goodell, ao ser perguntado sobre protestos que jogadores negros vem protagonizando durante as partidas desde o último final de semana, quando ocorreu o levante neonazista em Charlottesville (Virginia), disse que entende as manifestações, mas que existe “hora e local” para isso. Muitos atletas têm, por exemplo, se recusado a cantar o hino nacional no início das partidas.

A declaração do “cartola” deixou Stephan Smith enfurecido e, em pouco mais de um minuto, deu uma aula sobre protestos. “Nenhum branco tem direito de dizer a um negro quando ele deve protestar (…) Protestos são feitos para incomodar mesmo”, disse, ao vivo.



No Forum

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.