19 de ago de 2017

E os 15 milhões da RBS na Zelotes?

Pimenta no dos globais


Ao ser provocado por locutor da RBS, Pimenta questiona: "E a Zelotes, vamos falar sobre os R$ 15 milhões da RBS?"

Um locutor da RBS, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, usou o Twitter para provocar o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), que acompanha o ex-Presidente Lula em viagem pelo Nordeste. Pedro Ernesto Denardin é um dos principais locutores da Rádio Gaúcha e ao comentar uma postagem feita pelo parlamentar petista indagou: “O Vacarezza não está ai?".

Pimenta respondeu lembrando ao jornalista que, embora a mídia tente vincular o ex-deputado Cândido Vacarezza ao PT, ele não está mais no Partido dos Trabalhadores. O deputado também questionou Pedro Ernesto Denardin sobre o silêncio em relação à Operação Zelotes, em que a RBS é acusada de pagar propina para abafar processos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), órgão ligado a Receita Federal.

A Operação Zelotes foi deflagrada em março de 2015 e investiga, entre outros, um pagamento do grupo RBS de R$ 15 milhões a um escritório de advocacia de Brasília que comprava conselheiros do Carf para anular dívidas tributárias. Segundo os investigadores, o caso RBS refere-se a um processo de 2009. Após o pagamento de propina, um dos conselheiros do Carf se declarou impedido de participar do julgamento e, em junho de 2013, a afiliada da Globo saiu vitoriosa.

A PF e o Ministério Público Federal obtiveram como prova os comprovantes de transferência da conta da RBS entre setembro de 2011 e janeiro de 2012, em quatro parcelas de R$ 2.992.641,87, para a conta da SGR Consultoria Empresarial no banco Bradesco. De acordo com a PF, o esquema de sonegação fiscal pode ter movimentado R$ 19 bilhões, somado todos os 74 processos que estão sob investigação.

Essa não é a primeira vez que um jornalista do grupo RBS promove algum tipo de ataque a membros do Partido dos Trabalhadores. Em janeiro de 2016, o locutor Alexandre Fetter, do programa Pretinho Básico, da rádio Atlântida, estimulou os ouvintes a “cuspirem” na cara do ex-Presidente Lula. “Ninguém cospe no Lula, velho? Que troço desesperador, isso é desesperador. Ninguém dá uma cuspida no Lula, um sujeito desses é digno de uma cusparada”.

A inconformidade do locutor era, segundo ele mesmo, a possibilidade de que [eles, o povo] “vão votar no PT de novo”.

No CAf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.