30 de ago de 2017

Doze anos depois, Justiça garante processo por trabalho escravo contra pai de André Fufuca


O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) divulgou na segunda-feira (28) uma decisão que determina o prosseguimento de ação penal contra o prefeito de Alto Alegre do Pindaré (MA), Francisco Dantas Ribeiro Filho, o Fufuca. Motivo: trabalho escravo. Ele é pai de André Fufuca, ou Fufuquinha, que assumiu interinamente, nesta terça-feira, a Presidência da Câmara dos Deputados.

De Olho nos Ruralistas divulgou ontem notícia sobre o histórico de Fufuca – o pai – com trabalho escravo. Ele ficou na Lista Suja do Ministério do Trabalho entre 2006 e 2009. Doze trabalhadores foram libertados da fazenda Piçarreira, em 2005, em Alto Alegre do Pindaré – quando ele também era prefeito. Confira a notícia: “Pai do deputado Fufuca já esteve na Lista Suja do Trabalho Escravo“.

Horas depois, o The Intercept Brasil divulgou a seguinte notícia: “André Fufuca é herdeiro político de prefeito processado por trabalho escravo“. Com a informação de que a juíza Rogéria Maria Castro Debelli, do TRF-1, determinou no dia 10 de agosto o prosseguimento da ação penal. A decisão da juíza pode ser lida aqui.

Segundo o Intercept, o processo contra Fufuca foi movido somente em 2013. “A Justiça fez uma série de tentativas de notificar o acusado, sem sucesso, até que, em 2015, após ser citado por edital, ele se apresentou”, relata o site. A ação foi iniciada na Justiça Federal do Maranhão, mas passou para o TRF-1 após o pai do deputado ser novamente eleito, no ano passado, prefeito de Alto Alegre do Pindaré.


No Justificando

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.