30 de ago de 2017

A RBS criminaliza a política para que possa continuar mandando no RS


Em fevereiro esta blog publicou o artigo “Zero Hora estaria chantageando Deputados Estaduais com matéria de capa?” Narra a ida de perdigueiros de coleira da RBS mexendo até o lixo da Assembléia Legislativa do RS. Na semana passada novos ataques patrocinados pela RBS, desta vez detonando a militância de um quadro político de referência para a luta das mulheres em nível internacional, funcionária da Assembléia Legislativa.

Hoje me deparo com novo ataque, desta vez contra funcionário militante do PT, conhecido de todos por seu abnegado esforço para a implantação de uma sociedade mais justa e igualitária, Ricardo Haesbaert o que o levou inclusive a coordenar a Fundação José Marti, entidade gaúcha que apóia o povo cubano e que promove atividades de intercâmbio e também de formação. Estamos portanto falando de Política com “P” maiúsculo.

Ricardo
Em 2012, Haesbaert recebendo Médicos Cubanos que atuariam no Mais Médicos no RS
E sempre foi assim. Então, por que diabos agora a RBS se joga a atacar a Assembléia Legislativa desta forma? É para atacar os desvios, como os daquele sujeito funcionário flagrado exercendo outra profissão bem distante da política e ganhando dinheiro extra? NÃO. O objetivo atingir a Assembléia Legislativa e dobrar os Deputados para que aceitem a privataria desenfreada levada por Sartori e de quebra atingir o PT, que através de Edegar Preto, preside a casa neste ano. E a levar a sério a matéria da RBS e do G1, a empresa envolvida até o pescoço na OPERAÇÃO ZELOTES continua mandando no Rio Grande, pois parece que a Assembléia Legislativa entende que o problema é administrativo e não político. É Político sim. E é uma intervenção descarada da RBS num poder do Estado, já que o outro, o Executivo, ela já tem de qualquer jeito.

E que com a sua pregação diuturna detonando a política para satisfazer seus próprios interesses e de seus patrocinadores, a RBS abre as portas para o fascismo que esta cada vez mais latente no Brasil.

No Luíz Müller Blog

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.