9 de ago de 2017

A propaganda enganosa do PSDB pedindo “desculpas”




O teaser da propaganda do PSDB pedindo “desculpas” não é enganosa apenas pela contradição em termos.

Afinal, se o problema é fazer parte de um governo corrupto em que eles mesmos meteram o Brasil em conluio com o PMDB, basta tirar os ministros e sair. Mas aí, como sabemos, é pedir demais.

O buraco é mais fundo.

Ao longo do meio minuto do vídeo, os tucanos admitem que erraram, mas não revelam no quê.

Enfileiram, ao contrário, os “acertos”. E, mesmo aí, apresenta-se uma coleção de falsidades.

a) não foi o PSDB que criou o Plano Real, e sim o governo Itamar Franco.

b) a anistia aconteceu em 1979 e a campanha das Diretas Já em 1984. O PSDB foi criado apenas em 1988.

Se o mea culpa fosse para valer, Aécio Neves entraria falando sobre a Lista de Furnas, a censura em Minas, o golpe que fomentou ao perder a eleição, as malas de dinheiro do Joesley, a amizade com o Gilmar.

Informaria sua mudança para Trinidad e Tobago e sua saída da vida pública em nome da democracia: “Foi mal, pessoal”.

Em resumo, é a propaganda mais sincera que o PSDB já fez em sua história: só contém mentiras.

Kiko Nogueira
No DCM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.