15 de jul de 2017

Há 1 ano à frente da Câmara, Maia ainda é desconhecido de 35% dos eleitores

Opinião sobre demista é negativa para 45%

59% consideram Congresso ruim ou péssimo


Um ano depois de assumir a presidência da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, 47, (DEM-RJ), é rejeitado por 45% dos entrevistados e desconhecido por 35%. A apuração é da pesquisa DataPoder360.

Primeiro na linha de substituição da Presidência da República em caso de afastamento de Michel Temer, o deputado federal em seu 5º mandato tem avaliação positiva de somente 8% dos eleitores. Os que não têm opinião ou não responderam somam 12%.

Quando se somam 2 indicadores – quem não conhece Maia (35%) e os que não têm opinião a respeito do demista (12%) –, encontra-se o percentual de 47%. Isso é o que os analistas de pesquisa dizem ser o “potencial de crescimento” de 1 político. Maia tem sido apontado como candidato ao comando do Executivo, caso sejam convocadas eleições indiretas. Se herdar a cadeira de Michel Temer, deve também tentar a sorte na corrida pelo Planalto em 2018.


A pesquisa DataPoder360 foi realizada nos dias 9 e 10 de julho de 2017. Foram entrevistadas 2.178 pessoas com 16 anos de idade ou mais, em 203 municípios. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

De acordo com o levantamento, no universo das pessoas que desconhecem Rodrigo Maia há 1 grande percentual (55%) na faixa etária dos 16 aos 24 anos. A avaliação positiva de sua imagem é maior entre os entrevistados com 60 anos ou mais, onde alcança 14%, e entre os homens –12% aprovam o demista, contra só 4% de aprovação feminina.

O DataPoder360 também mostra que Maia é menos conhecido nas regiões Centro-Oeste e Nordeste. Em ambas regiões, 45% disseram não conhecer o presidente da Câmara. No Sudeste, onde o desconhecimento é menor (29%), a rejeição é a mais expressiva: 56%.

Rodrigo Maia é alvo de inquéritos no Supremo Tribunal Federal. Nas delações da Odebrecht, há citações ao seu nome. O presidente da Câmara foi acusado de receber caixa 2 de campanha nas eleições de 2008, 2010 e 2012. Negou várias vezes ter cometido irregularidades. Em junho, o gabinete de Maia chegou a receber uma carta com fezes (leia mais no Poder360).

Veja, abaixo, a linha do tempo de Rodrigo Maia na presidência na Câmara:

maia-1-ano

Congresso Nacional

O trabalho das Casas Legislativas é considerado ruim ou péssimo por 59% dos entrevistados, segundo a pesquisa.

O resultado oscilou dentro da margem de erro, mas se manteve estável desde maio, quando foi publicada a 1ª pesquisa de avaliação do Congresso feita pelo DataPoder360. Naquele mês, 63% avaliaram negativamente o trabalho dos congressistas. Em junho, foram 58%.


A avaliação positiva é baixa, mas chegou aos 2 dígitos: 11% dos entrevistados acham a atividade do Poder Legislativo boa ou ótima. Em junho, o percentual era de 5%. Para 26% dos eleitores, o desempenho dos senadores e deputados é regular.

Também foi feito um levantamento sobre a aprovação e a desaprovação dos congressistas. Foi feita a seguinte pergunta: “Você aprova ou desaprova o trabalho do Congresso Nacional?”. A resposta da maioria é negativa: 54% desaprovam Câmara e Senado. A aprovação das duas Casas é de 13% dos entrevistados.

aprovacao-congresso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.