27 de jul de 2017

Fiesp paga para libertar pato apreendido e desiste de protesto em Brasília

Boneco havia sido armazenado em local irregular

Fiança custou cerca de R$ 2 mil; bicho foi para SP

Skaf conversa com Temer e ameniza críticas


O pato amarelo da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) seria montado na Esplanada em resposta ao aumento de impostos sobre combustíveis, anunciado na última semana. Houve 1 problema. O equipamento estava apreendido pela polícia de Brasília. Havia sido armazenado em local irregular.

A federação pagou a fiança (cerca de R$ 2.000). Depois despachou o bicho para São Paulo e desistiu do protesto com o boneco na capital federal.

A diferença que uma conversa faz

Até semana passada, o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, falava de maneira áspera contra o aumento da cobrança de PIS/Cofins. No domingo (23.jul), teve uma conversa de várias horas com Michel Temer. Na 4ª (26.jul), o pato da Fiesp foi despachado de volta.

O boneco amarelo marcou protestos que pediram a saída da ex-presidente Dilma. Ele foi recolocado na Avenida Paulista, em frente à sede da federação, na madrugada desta 6ª feira (21.jul.2017).

Eis o aumento de PIS/Cofins anunciado pelo governo sobre combustíveis.
combustívelalíquota atual*nova alíquota*arrecadação adicional estimada (R$ bilhões)
diesel0.240.463.96
etanol - distribuidor00.21.25
etanol - produtor0.120.130.11
gasolina0.380.795.19
total10.42
*centavos por litro

No Poder360

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.