9 de jul de 2017

Cunha vai sustentar que Temer chefiava 'organização criminosa'


A delação do ex-deputado Eduardo Cunha teria dez capítulos dedicados exclusivamente ao presidente Michel Temer, com acusações diversas, diz reportagem da Veja deste final de semana. A intenção de Cunha seria apontar que Temer é o "verdadeiro chefe" da organização criminosa formada pelo chamado "PMDB da Câmara".

Cunha estaria disposto a contar detalhes de negociações de propinas ocorridas na presença de Michel Temer.

De acordo com a reportagem, disponibilizada apenas em parte na web, Cunha relaciona Temer, no rascunho da delação, a negócios na Petrobras, principalmente na área de internacional, e a propinas no setor de aeroportos e aeroportos e no Porto de Santos.

Cunha também falaria sobre encontros entre Temer e empreiteiros para discutir doações eleitorais ao PMDB relacionadas à liberação de recursos do FI-FGTS, e ainda um investimento na concessionária Via Rondon, uma das empresas da família Constantino, fundadora da companhia aérea Gol.

"Tudo indica que, apesar de aliado, ele sempre desconfiou de Temer e guardava informações que poderiam ser usadas contra ele no futuro", disse um dos encarregados da investigação à revista Veja.

No Amigos do Presidente Lula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.