9 de jul de 2017

Aécio é o grande alvo das delações da Andrade


A nova fase das delações da construtora Andrade Gutierrez terá como foco principal o senador Aécio Neves (PSDB-MG), segundo informa o colunista Lauro Jardim.

O controlador Sergio Andrade contará como a empreiteira pagou propinas pela participação da Cemig na hidrelétricas de Santo Antônio, no Rio Madeira, a Aécio e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a dupla que se uniu no golpe contra a democracia brasileira.

A Andrade também indicou um executivo para esquadrinhar todas as propinas pagas na construção da Cidade Administrativa de Minas Gerais, maior obra da gestão tucana em Minas.

Aécio já é o recordista em inquéritos na Lava Jato e terá novos problemas judiciais pela frente. Atualmente, sua irmã Andrea e seu primo Fred Pacheco estão em prisão domiciliar, em razão do caso JBS, em que foram flagrados negociando e recebendo R$ 2 milhões, em nome de Aécio.

No 247

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.