30 de jun de 2017

Procuradores ‘lavajatistas’ ameaçam sublevação contra Raquel Dodge



Diz que “procuradores à frente da Lava Jato na Procuradoria-Geral da República ameaçam abandonar seus cargos se a subprocuradora Raquel Dogde for confirmada no Senado como nova chefe do Ministério Público Federal.

 Os investigadores não querem trabalhar com Dodge. Enxergam a indicação dela com grande desconfiança – uma tentativa do presidente Michel Temer e do ministro Gilmar Mendes de sufocar, por dentro, a Lava Jato.

Embora a nova procuradora tenha sido escolhida com evidente preferência política, não é contestável o fato de que ela foi indicada pelos procuradores, em votação e escolhida dentro deste critério que, aliás, é opcional ao chefe do Executivo.

Por enquanto, diz a revista, a reação aberta é da porção brasiliense da Lava Jato.

Mas não é improvável que haja o mesmo em Curitiba, se a Doutora Raquel disser um “ai” sequer aos “legionários das Araucárias”.

Afinal, o procurador Carlos Fernando Lima, aquele “barbeta” que se põe de guru dos rapazes intocáveis, se dá ao direito de esculhambar, de público, Ministros do STF, como fez ontem com Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello.


Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.