24 de jun de 2017

Barrocal descreve a quadrilha

Eles estão no poder porque a Globo e o PiG quiseram!

"A história de um presidente ilegítimo (como demonstra a Datafalha ​- PHA) acusado de corrupção pela PF (e breve pelo Janot - PHA) e líder na última década do assalto ao poder por um grupo (ou quadrilha - PHA) do PMDB"
Assim começa a reportagem de André Barrocal na Carta Capital que está nas bancas.

A quadrilha, segundo a reportagem de Barrocal, se compõe de:

‣ Henrique Alves

‣ Eduardo Cunha

‣ Gatinho angorá

‣ Geddel boca de jacaré

‣ Eliseu Padilha, o Primo

‣ e Rodrigo Loures, o da mala

(Ao longo de recente trabalho, Barrocal mostrou também o papel decisivo de um certo Coronel Lima, cumplice do MT desde o porto de Santos.)

Diz Barrocal:
"A liberaçao de grana dependia de 'caixinha' paga pelos tomadores, decidida antes por Moreira Franco e depois por Fabio Cleto, apadrinhado de Cunha"

"Cunha, Padilha, Geddel... todos conseguiram aumentar bastante as suas fortunas com 'arrecadações de campanha'."

"Em 2014, o patrimônio declarado por Temer engordou em relação ao pleito anterior, sem contar 20 milhões para ajudar amigos"

Foi para dar o Poder a esses gângsters que o PiG derrubou uma presidenta honesta!

Em nome do combate à corrupção, como dizia o Mineirinho.

Tucano tão bandido quanto os do PMDB!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.