20 de mai de 2017

Presidente ladrão (ainda) não renuncia

A Globo quer o Meirelles do Joesley




O presidente ladrão, o MT, fez novo pronunciamento neste sábado.

(Com mais de 40 minutos de atraso!)

Agora, tenta emplacar a tese de que o áudio de sua conversa com Joesley Batista foi editado.

(Joesley, segundo o Estadão, diz ter cópia da gravação original e afirma que vai publicar uma nota a respeito)

O presidente (sic) elencou "façanhas" de seu governo, mas, claro, não teve coragem de lembrar os números do desemprego.

Mais ainda, não explicou por que ouviu Joesley revelar interferência nas investigações da Lava Jato - inclusive com a infiltração de um procurador na Força-Tarefa - e nada fez.

Ele não renunciou (ainda).

Mas isso não dura muito.

Em tempo: o primeiro pronunciamento do MT após o escândalo teve menos de 5 minutos de duração. Hoje, para responder a Joesley com pose de valente, foram utilizados mais de 12!

Em tempo²: não deixe de ler no C Af: "É o Meirelles que a Globo quer?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.