2 de mai de 2017

Lava Jato oferece nova denúncia contra José Dirceu, mas recua sobre pedido de prisão


A força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) em Curitiba oferece nova denúncia contra o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu. A nova acusação contra o petista não foi acompanhada por um novo pedido de prisão preventiva.

A nova denúncia oferecida contra Dirceu é apresentada no mesmo dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará um pedido de habeas corpus impetrado pelo advogado do ex-ministro da Casa Civil, Roberto Podval.

O recurso tem previsão de julgamento pela 2ª Turma da Corte nesta terça-feira. Em Curitiba há o receio de que a maior parte dos 5 ministros da Turma acolham o pedido da defesa.

O receio tem base em decisões recentes do STF, que decidiu por em liberdade dois réus emblemáticos da Lava-Jato.

Na terça-feira a maioria dos ministros revogou as prisões do ex-tesoureiro do PP, João Cláudio Genu e do pecuarista José Carlos Bumlai - que passa por problemas de saúde. Já Genu recebeu propinas da Petrobras enquanto era julgado por sua participação no mensalão, segundo a força-tarefa da Lava-Jato. Tal fato acendeu o alerta nos investigadores, que temem por uma tendência do STF de libertar os investigados e acusados que ainda estão em regime de prisão preventiva em Curitiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.