13 de mai de 2017

Entrevista Wanderley Guilherme dos Santos - crise política


Considerado um dos maiores cientistas políticos da atualidade, Guilherme dos Santos prenunciou o golpe militar dos anos 1964, dois anos antes, no seu livro "Quem Dará o Golpe no Brasil" (Civilização Brasileira, 1962). Nesta entrevista, concedida para o jornalista Luis Nassif, no dia 3 de maio de 2017, ele aborda as origens recentes da crise política e democrática brasileiras.

Em abril de 2017, o professor lançou o livro "A Democracia Impedida - O Brasil no Século XXI" (FGV, 2017), analisando as raízes da crise institucional e social enfrentadas hoje. Nesta entrevista ao jornalista Luis Nassif, o professor afirma que a crise política atual teve como raiz a “fraude constitucional” que partiu da interpretação de três ministros do Supremo Tribunal Federal: Joaquim Barbosa, Ayres Brito e Rosa Weber, no julgamento da Ação Penal 470, conhecida como “mensalão”.

3:33 A afirmação de Joaquim Barbosa de que a Constituição era o que o Supremo dizia que ela é

5:23 Ao julgar Dirceu, Ayres Brito lança tese de que culpado deve provar sua inocência

8:11 Também no julgamento de Dirceu, Rosa Weber aprova condenação admitindo a inexistência de provas

12:02 Celso de Mello e seus longos discursos

14:18 – A visão Luiz Roberto Barroso o papel do judiciário como legislador

18:35 A sinuca das forças golpistas com 2018.

23:39 Necessidade de contragolpe, candidatos progressistas em 2018 e quebra de poder dos oligopólios midiáticos

25:28 Organizações Globo são obstáculo à evolução da democracia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.