26 de abr de 2017

Lula ironiza Moro e diz: se for necessário eu me mudo para Curitiba




Em entrevista ao SBT que será exibida nesta noite, ex-presidente afirma que o juiz Sergio Moro não pode cercear seu direito de defesa, e chama de 'barganha' a sugestão do magistrado para que a defesa do ex-presidente diminua o número de 87 testemunhas num processo contra ele, em troca da reavaliação de sua decisão para que Lula compareça em todas as audiências; "Eu acho que o juiz Moro teria que, democraticamente, respeitando o estado de direito, garantir que os advogados convoquem a testemunha que quiser", disse Lula; "Se o juiz Moro fez essa proposta de barganha para diminuir as testemunhas, para mim não tem problema. Se for necessário eu mudo para Curitiba, fico lá o tempo necessário, para gente esperar o julgamento", completou; Lula disse ainda ao jornalista Kennedy Alencar que, nas condições que o país está hoje, ele será candidato; a não ser que deem um "segundo golpe e digam que não vai ter eleição em 2018"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.