6 de abr de 2017

Globo e Itaú sustentam “movimento” que apoia reforma de Temer


O Estadão noticia que ” foi lançado um novo movimento favorável à mudança [da Previdência], batizado de Apoie a reforma, cujo objetivo é esclarecer a população sobre a questão e pressionar os parlamentares a aprovarem a medida”. O “movimento” que usa vídeos de propaganda em favor das propostas de Temer, tem como articulador  Luiz Felipe d’Avila, “presidente do Centro de Liderança Pública, uma organização voltada para a formação de líderes governamentais”.

Faltou, porém, dizer quem são os dirigentes e financiadores deste Centro, informação que está disponível na internet e deveria ser relevante quando se quer mostrar ao leitor que interesses movem esta posição.

Integram o Conselho Diretor  – veja o time – os senhores João Roberto Marinho (Globo), Ana Maria Diniz (ex-Pão de Açúcar). Eduardo Muffarej (Abril Educação), Fábio Barbosa (ex-Santander e ex-Abril), entre outros, e é mantido pelo BTG Pactual (André Esteves e Persio Arida), pelo Armínio Fraga, o bancos Credit Suisse e Itaú, Shoppings Iguatemi e Bovespa.

Gente, claro, extremamente preocupada em ter com o que sobreviver na velhice.

É a “sociedade civil”, não é , Dra. Cármem Lúcia, participando do debate democrático com o discurso terrorista que a gente antecipou aqui:

“A Previdência é uma bomba-relógio que precisa ser desarmada ou não haverá dinheiro para pagar a aposentadoria.”, diz o tal “movimentista”.

Só haverá para pagar aos bancos, à Globo, aos ricos…

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.