20 de mar de 2017

Programa Pensamento Crítico - Venezuela


Programa de análise da conjuntura brasileira e latino-americana, produzido pelo Instituto de Estudos Latino-Americanos, com a participação de Elaine Tavares, Nildo Ouriques e Laura Vitriago. Nesta edição discutindo a Venezuela.

Imagens e edição: Rubens Lopes

Legenda em português disponível para as partes faladas em espanhol. Clique na engrenagem e habilite a legenda.

Um comentário:

  1. Não sou marxista sou um social democrata Martoviano é mais renovador e radical do que o seu similar da Europa escandinava e da ocidental em geral defende uma linha mais revolucionaria sem abrir mão do mecanismo da sociedade aberta e do estado de direito,bem não é isto que quero colocar aqui é concordo num ponto para o Brasil sair disso precisa de uma certa tática marxista,porém muito mais flexível e aberta do que as outras revoluções contudo sem abrir mão de uma certa firmeza politica,por causa da concepção política do pensamento burguês mais conservador,que coopta tudo que se encontra pela frente,sem uma reforma de base abrangente por favor sem qualquer ditadura,o Brasil nunca vai deixar de ser desenvolvido,acredito sim além do que defini antes numa mescla do new deal com a visão dos grandes teóricos da teoria da dependência marxista principalmente Theotônio dos Santos é preciso repensar o Brasil,criar mecanismos que sejamos independente do capital externo e precisamente libertar desse mecanismo colonial que aceitamos passivamente para um processo de completa integração continental que nos livre desta situação escravocrata e medianizada do interesse do capital externo,somos um país tão rico em potencial quanto a Rússia e não saímos deste eterno estágio de país em desenvolvimento e periférico planejado por uma elite só preocupada com seus rendimentos e falta de interesse como nação,como fazer concessão com tal gente visam apenas imposição de seus interesses,estão se importando em nada com o bem estar do povo,nação e território,para eles o que interessa é o domínio exclusivo do meio de produção e dane-se o resto,assim concordo é mais do que necessário derruba-los é fundamental revolucionar a linha de poder que permeia este país é preciso criar um elo importante de união entre povo e gente progressista de qualquer classe que quer mudanças substanciais e abrangentes no Brasil.

    ResponderExcluir

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.