31 de mar de 2017

Previdência: mobilização pode definir futuro de Temer


O fiasco das manifestações “coxinhas” do último final de semana dobram a importância dos atos de hoje contra a reforma previdenciária e, por extensão, as perspectivas à frente do governo Temer.

Embora ainda seja uma mobilização preliminar, a presença de uma quantidade expressiva de manifestante pode aprofundar a sensação da própria base governista de que já não existe mais um “rolo compressor” parlamentar para obter os dois terços de votos para, pelo menos, aprovar alguns pontos fundamentais para o projeto governista.

A crescente impopularidade de Temer, que é uma das causas desta degradação de sua máquina parlamentar vira, através dela, o perigo de que ele venha a perder sua única serventia para onde seu apoio é decisivo, os interesses do mercado.

Não pense que, por mais criticáveis que sejam, a s raposas da política sejam insensíveis. Os movimentos de dissenção feitos por Renan Calheiros – inclusive o de criticar  o “pacotinho do rombo” anunciado pelo Governo – veja aqui –  é sinal de que, pelo menos no Senado, já não dá para pensar nos dois terços suficientes para a previdência.

E isso repercute sobre a Câmara, desanimando muitos de se exporem a um vexame público para aprovar a cassação de direitos para, afinal, a reforma ser rejeitada.

As ruas cheias, hoje, tanto quanto foram vazias domingo, será uma pressão extra, que pode catalizar esta processo.

Sem a reforma, Temer tem poucos horizontes pela frente. E o professor Gilmar pode até fazer um burro falar, no TSE.



Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.