10 de mar de 2017

Pimenta: STF tem que ter coragem de anular o impeachment; Brasil não pode ser mais governado por uma quadrilha; veja vídeo




Na semana em que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) afirmou que o ex-deputado Eduardo Cunha comanda o governo Michel Temer de dentro da cadeia, o deputado federal Paulo Pimenta defendeu que o STF tenha coragem para anular o impeachment. Em discurso na tarde desta quinta-feira (9), Pimenta enfatizou que não há solução sem democracia e reforçou que o país foi “tomado de assalto por uma quadrilha de criminosos”.

Segundo Pimenta, março é o mês para se ampliarem as mobilizações e pressionar pela queda do governo Temer. “É hora de o STF, acovardado, sim, anular o impeachment, e anteciparmos o calendário eleitoral”, conclamou o parlamentar.

Ao lembrar que todos os “homens de confiança” de Temer já caíram por escândalos de corrupção, Pimenta criticou a seletividade do sistema de justiça no Brasil. “Não sobrou ninguém no entorno de Temer. Se houvesse coerência por parte do juiz Sérgio Moro, dos ministros do STF e do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, boa parte dos homens de Temer já estaria presa”, protestou o parlamentar.

Pimenta também criticou a proposta de reforma da previdência, que acaba com o direito à aposentadoria no Brasil. “Nós vamos permitir que uma previdência pública construída há mais de 70 anos seja destruída por uma quadrilha de malfeitores, em que boa parte deles irá para a cadeia?”, questionou.

Por fim, o deputado Pimenta classificou como ridículas as falas de Michel Temer sobre o Dia Internacional da Mulher. “Temer usou termos que se referiam a um pensamento do século XIX”, disparou. Ontem (8), em cerimônia no Palácio do Planalto, Michel Temer afirmou que o papel da mulher é cuidar da casa, criar os filhos e acompanhar os preços nos supermercados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.