20 de mar de 2017

Bolsonaro fez manobra contábil para não estar na “lista da Friboi”


Eu não fico dando muita bola para o senhor Jair Bolsonaro, mas quando ele se mete a fazer todo mundo de burro, é obrigação mostrar isso.

Ele postou em seu Facebook um vídeo (veja ao final) dizendo que “devolveu” o dinheiro que recebeu oriundo da JBS – dona da marca Friboi – dizendo que por isso era honesto.

Menos, seu Jair, menos.

O senhor recebeu R$ 200 mil da JBS-Friboi, repassados pelo diretório nacional do PP, através do recibo eleitoral  011200600000RJ000001, conforme o TSE.

E, de fato, devolveu, no mesmo dia 24/7 de 2014.  Aliás, por conta de uma atrapalhação contábil, devolveu “um dia antes” de ter recebido.

Só que, imediatamente, recebeu o mesmo valor, desta vez da cota do PP no Fundo Partidário, pelo recibo eleitoral 011200600000RJ000002.

Ou seja, o mesmo dinheiro rebebeu um “banho” e ficou limpinho e cheiroso.

Esta parte o senhor não conta.

Ninguém o está acusando de “maquiar” carnes com produtos químicos.

Mas, por favor, as contas eleitorais maquiadas com troca de cheques também não é tão perfumada assim, não é?

Veja a história do “Bolsomito”:



Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.