19 de jan de 2017

Avião que matou Teori Zavascki não era pequeno e tem gravadores de dados e de voz


Este é o Beechcraft  PR-SOM que caiu em Parati, supostamente com o ministro Teori Zavaski  a bordo, fotografado por Sergio Carneiro Correa em Belo Horizonte em março do ano passado.

Como é um bimotor, não é possível dizer que um defeito mecânico apenas pudesse ter provocado a queda, como num monomotor.

Não é um avião pequeno, tem 10,8 metros de comprimento e envergadura de 16,4 metros.

Em tudo é muito semelhante a um jato executivo, exceto pela motorização.

Tem alcance de 2.334 km e velocidade de 500 km/hora. Pousa e decola em pistas pequenas,  entre 500 e 600 metros, respectivamente.

Não é um teco-teco e, certamente, tem ao menos a caixa preta e tem caixa-preta tanto de dados quanto das vozes da cabine de comando.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.