8 de nov de 2016

Temercard. Golpe não tem preço


Matéria — olhem de quem! — da CBN mostra que os quatro meses de Governo Temer (oficial) já gastaram mais em “cartão corporativo” que os seis meses iniciais do ano — cinco deles sob Dilma Rousseff.

Segundo a repórter Gabriela Echenique, as despesas em cartões corporativos  somam, nos últimos quatros meses,  mais de R$ 24 milhões, contra R$ 22 milhões nos seis primeiros meses do ano, metade deles com o Temercard, o cartão da Presidência da República.

O que, somados às viagens de jatinho da FAB reveladas hoje pelo Estadão, compõe bem o quadro de austeridade dado pelo governo do cidadão que quer cortar despesas com saúde e educação…

Austeridade, como se sabe, é coisa para ser praticada pelos pobres.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.