7 de nov de 2016

(Quase) todos os assassinos de JK


O ansioso blogueiro entrevistou o professor Alessandro Octaviani Luis, da Faculdade de Direito da USP. Alessandro é um dos responsáveis pelo livro "O Assassinato de JK pela Ditadura - Documentos Oficiais", lançado em setembro pela editora LiberArs.

Alessandro e seus colegas do Grupo de Trabalho JK, composto por docentes da USP e da Universidade Mackenzie, reuniram centenas de documentos oficiais relacionados ao acidente de automóvel que vitimou o ex-presidente Juscelino Kubitschek na Via Dutra, em agosto de 1976.

Para ele, a morte de JK não foi um simples acidente, mas um assassinato político planejado e conduzido por agentes da ditadura.

Entretanto, mesmo com todas essas provas e até novas testemunhas, a Comissão Nacional da Verdade não quis reabrir o caso. Por que isso aconteceu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.