24 de nov de 2016

Moro ameaça e Maia cozinha o confronto do pacote anticorrupção


Rodrigo Maia, ao adiar a votação do chamado “pacote de medidas contra a corrupção” resolveu cozinhar por mais alguns dias a crise que está se desenhando.

Parlamentares experientes, como Miro Teixeira — defensor do pacote — disse à CBN que não só a anistia passaria como não duvidaria nada de que só o que seria aprovado era a responsabilização civil e criminal de promotores e juízes.

É muito provável que tenha pesado na decisão de Maia a nota ameaçadora expedida pelo juiz Sérgio Moro — como se sabe o Quarto Poder da República — dizendo que a aprovação de uma suposta anistia ao caixa-2 teria “conseqüências imprevisíveis para o futuro do País”.

Está mais do que evidente que o Judiciário e o MP apuseram um veto sobre a deliberação parlamentar, deliberação que eles mesmos provocaram, ao atuar como partido político.

Como está evidente que o “assina-não assina” da delação premiada está funcionando como uma espada de Dâmocles sobre o Executivo e o Legislativo.

Porque é evidente que os executivos da empresa não negociar o que querem que se negocie e o quem entra e quem sai do listão vai ser definido pelo Ministério Público.

A temperatura estava muito alta na Câmara, com vaias estrepitosas para Onyx Lorenzzoni, relator do projeto que foi dócil às exigências do MP.  É muito provável que a ordem de abrandar o fogo tenha partido do Palácio do Planalto, onde Maia deposita suas chances de seguir Presidente da Câmara.

O que, é obvio, exige que a Câmara, no ano que vem, esteja aberta e funcionando.

Fernando Brito
No Tijolaço

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários com links NÃO serão aceitos.

Os comentários são de total responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opinião do blog

Comentários anônimos NÃO serão publicados, como também não serão tolerados spams, insultos, discriminação, difamação ou ataques pessoais a quem quer que seja.

É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O blog poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.